Cinema

3-coracoes3 Corações –  A sinopse é mais ou menos assim: “Após perder seu trem noturno de volta para Paris, Marc conhece Sylvie em uma pequena cidade francesa. O encontro revela aos dois uma surpreendente afinidade e, juntos, eles andam pelas ruas até o amanhecer conversando sobre tudo, menos sobre si mesmos”, e então é possível saber que logo associei com meu filme preferido “Antes do Amanhecer”, mas não tem nada em comum. Nesse filme que conta com Benoît Poelvoorde, Charlotte Gainsbourg, Chiara Mastroianni e Catherine Deneuve no elenco, o roteiro é muito mais denso. A história possui vários clichês mas trabalhados com habilidade, com diálogos e a falta dele muitas vezes para criar o clima, que envolve 3 corações, um homem e duas mulheres que são irmãs. Cinemascope-Não-olhe-pra-trás-2Não Olhe Para Trás – Um ponto de partida, a carta escrita por John Lennon ao músico Steve Tilston, que só chegou ao remetente 40 anos depois, a partir daí ficção. Danny Collins é um músico de sucesso, com músicas de refrãos pegajosos, com uma mulher jovem e envolvido em drogas, até que recebe uma carta escrita por John e Yoko, que deveria ter sido entregue para o jovem que começava a carreira na música e que poderia ter mudado o rumo de sua vida. A partir das palavras de uma carta ele pensa em retomar contatos e laços, a composição e a carreira que aquele jovem desejava.

Com elenco entrosado e cheio de carisma, o longa conta com: Al Pacino, Bobby Canavale, Jennifer Garner, Annette Bening e Christopher Plummer. E para deliciar músicas de Lennon na trilha sonora.

Anúncios

C I N E M A

PicFrame-5Final de semana paulistano tem que rolar exposição e cineminha, tinha acabado de sair do Caixa Cultural onde está uma mostra com a vida e a poesia do curitibano Paulo Leminski, queria algo bem leve para acabar o dia e fui de Simplesmente Acontece”.

Romance daqueles água com açúcar que a gente sabe onde vai terminar e ainda sim não deixa de gostar. Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin) se conhecem desde crianças, sabem seus segredos e seus sonhos, são melhores amigos que contam tudo um para o outro até… Claro, aquele olhar diferente! A partir daí é fácil imaginar o final, mas o meio tem uma série de acontecimentos que deixa o filme engraçado, triste e ainda assim leve. Para quem não quer preocupação!

“Porque às vezes, você não vê que a melhor coisa que aconteceu a você está aí, bem sob o seu nariz”.


“Para Sempre Alice” é o oposto. estava contando os dias para assistir desde a primeira vez que vi o cartaz, afinal a gente não dispensa Julianne Moore (ganhadora do Oscar de Melhor Atriz) fazendo drama nunca.

Ela interpreta Alice Howland, professora universitária de linguística, que é diagnosticada precocemente com o mal de Alzheimer. Julianne mostra as doses certas de medo, coragem e fragilidade que a doença traz.  Cercada da família John (Alec Baldwin) e seus filhos Anna (Kate Bosworth), Tom (Hunter Parish) e Lydia (Kristen Stewart, que por incrível que pareça não está ruim no papel), assistimos a doença em seus estágios iniciais e finais, e como as pessoas respondem a isso.

Um filme delicado, que transmite emoção todo o tempo e que com certeza merece muita gente assistindo.

“Toda a minha vida eu acumulei memórias – elas se tornaram, de certo modo, os meus bens mais preciosos”.

Cinema : Melhor Atriz

Uma das categorias que foi quase completa na minha maratona #Oscar2015 foi a de melhor atriz, o quase ficou por conta de “Para Sempre Alice” da diva Julianne Moore não ter estreado, ainda assim minha torcida vai pra ela (é só assistir o trailer que me arrepio).

PicFrame-1Hoje assisti o filme “Dois dias, uma noite” com a linda Marion Cotillard, uma das indicadas, uma produção belga/francesa com direção dos irmãos Jean-Pierre e Luc Dardenne.

Marion é Sandra, que após ficar de licença para curar uma depressão se vê com grandes chances de perder o emprego, isso porque a fábrica em que trabalha acredita que os outros 16 funcionários deram conta do trabalho e que não precisam mais dela. Seus colegas tem a chance de escolherem entre um bônus de 1000 euros, ou ajudar Sandra a ficar no emprego. Para isso ela tem dois dias e uma noite para persuadir todos, com a ajuda do seu marido Manu (Fabrizio Rongione).

É mais um filme mostrando uma vida comum, sem nada de extraordinário, mas carregado de emoções, sutileza e humanismo, palavra difícil nos dias de hoje. No final entre um sim e um não você tenta entender a sociedade em que a gente vive.

Outros trabalhos dos diretores foram “Rosetta” de 1999 e “A Criança” de 2005, trabalhos que lhes renderam a Palma de Ouro em Cannes, ou o mais recente e lindo “O Garoto de Bicicleta” de 2011.


 

Há quase um mês assisti “Livre” sem grandes expectativas, minha irmã não gostou muito do livro. Reese Witherspoon que concorre a mais uma estatueta após 8 anos de “Johnny & June” (You say you’re looking for someone who’ll pick you up each time you fall, to gather flowers constantly… la la la), interpreta Cheryl Strayed autora do livro.

Uma mulher que passa por uma perda dolorosa, perde o controle em drogas, álcool e sexo, que para se recuperar precisa ficar sozinha, se conhecer e superar tudo. Escolhe resolver tudo fazendo uma caminhada de 1.770 quilômetros pela Pacific Crest Trail, trilha que vai da fronteira dos EUA com o México até o Canadá.

Sem maquiagem e bem mais magra, Reese da bastate veracidade as cenas, dirigidas por Jean-Marc Vallée, de “Clube de compras Dallas”. Mas ainda assim o filme é bem fraco no meu ponto de vista, em alguns momentos o roteiro faz lembrar “Na natureza selvagem”, esse sim um filme incrível que faz qualquer pessoa refletir, mas eu não consegui encontrar nada tão profundo que me fizesse embarcar na jornada dessa mulher, o longa no todo é raso.


 

As outras concorrentes são Rosamund Pike por “Garota Exemplar” e Felicity Jones por “A Teoria de Tudo”. Amy Adams foi esquecida por sua interpretação em “Grandes Olhos”, um filme bom e dos mais normais na carreira de Tim Burton.

é como dançar sem música.

IMG_9172O que é melhor do que Johnny Depp com 51 anos, claro, ele com 30. Se tem uma coisa que eu sou é careta para algumas coisas, evito ao máximo comprar pela internet, gosto de sentir o tecido, experimentar o aparelho, ver se a cor do batom realmente fica boa em mim, etc. Talvez por isso goste tanto de feiras onde você conversa, negocia, experimenta… a mesma coisa acontece com as Vídeo Locadoras (quase extintas).

Foi assim que cheguei nesse filme de 1993 que tem no elenco Johnny Depp, Juliette Lewis e Leonardo DiCaprio com 19 anos em um dos seus primeiros filmes. Estava ali escolhendo alguns filmes na prateleira dos dramas, amo dramas, e a pessoa que trabalha lá me indicou esse. Disse que era uma das melhores atuações do Leo, como resistir?

Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador é dirigido pelo cineasta sueco Lasse Hallström, o mesmo de Chocolate (também com Depp). Gilbert Grape é um jovem que depois da morte do pai sustenta a família e cuida do irmão autista Arnie. Morando em uma cidade pequena ele vive para cuidar do irmão, em uma relação de amor bem difícil, e também da mãe com obesidade mórbida.

Um filme super delicado, que fala de amor acima de tudo.

“A vida é uma coisa terrível se você deixá-la passar sem perceber…”

Garota Exemplar

Garota-Exemplar-1Um filme fiel ao livro, é a primeira coisa que tem que ser falada a respeito de Garota Exemplar. Baseado no Best-seller de Gillian Flynn, teve a adaptação também feita pela autora, dirigido por David Fincher (aliás, filmes importantes do diretor: Clube da Luta, Benjamin Button e Seven, um dos meus preferidos), e avaliação super positiva de críticos na média de 87%.

Os protagonistas foram interpretados por Ben Affleck e Rosamund Pike, com sua beleza hipnótica. São 2 horas e 30 minutos de filme, que até quem já leu e sabe toda a história fica vidrado na tela, então imagina quem não leu. Cena-do-filme-Garota-Exemplar--size-598garotaexemplarreview4

No quinto aniversario de casamento, Amy (Pike) desaparece de casa sem deixar vestígios e com uma cena de crime para ser investigada. O primeiro suspeito por fatos que não se encontram e por agir de um modo estranho é Nick (Affleck), o marido. Mas quantos lados uma estória pode ter?!

Será Que?

solo-amigosQuando duas pessoas se conectam, ainda mais quando pode existir atração, é difícil não ficar confusa com os sentimentos. A nova comédia romântica estrelada por Daniel Radcliffe (Harry Potter ♡) e Zoe Kazan é um clichê fofo e leve, afinal, homens e mulheres podem ser simplesmente amigos?! É claro que sim, mas não quando os dois sentem algo mais.

Será Que? (2013) chegou aos cinemas esse final de semana, com fórmula pronta, boas frases, boas animações e trilha sonora de primeira assinada por A.C. Newman que inclui Edward Sharpe and Magnetic Zeros e Palma Violets. What-If-612x344what-if-pic-4Wallace abandonou a faculdade de medicina após um término de namoro, quando em uma festa conhece Chantry, a sintonia é imediata. Depois de muita conversa ele descobre que ela tem namorado, e aceita serem só amigos.

Ai começa todo o desenrolar, o bacana do filme é a leveza, e o foco nos bons diálogos. Adaptado da peça de teatro “Toophpaste and Cigars”, o filme também conta com Adam Driver que interpreta Allan, primo de Chantry e melhor amigo de Wallace, o ator de Girls e Frances Ha promete boas risadas.

“I don’t know if you’re actually cynical or a super crazy romantic cheese ball.”

Mesmo Se Nada Der Certo

beginagain01Filme descompromissado para uma noite qualquer, que te deixa com sorrisos e muito mais leve. “Mesmo se nada der certo” filme escrito e dirigido pelo irlandês John Carney (ex baixista do The Frames que deixou o grupo pelo cinema, mas não a música), o mesmo de “Apenas Uma Vez” (Oscar 2008) é delicioso de assistir. Pessoas perdidas que acham na música o caminho, Gretta (vivida pela linda linda keira Knightley) vai para Nova York atrás do namorado Dave (Adam Levine) músico que começa a fazer sucesso e do nada se vê sozinha na cidade , até topar com Dan (Mark Rufallo) o produtor musical que passa por um momento tortuoso na vida pessoal e profissional.

Os dois se juntam com outros músicos para gravar uma demo ao ar livre, em vários pontos da cidade. Dando a quem assiste um belo cenário e músicas gostosas. O filme não é nenhum blockbuster e nem nenhuma novidade no gênero, mas eu achei uma delícia e indico. filme1585_f42_9a591181.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx580712.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx“We’re searching for meaning but are we all lost stars, trying to light up the dark…”