They call her Mississippi 🎶

3ad149fdbc241896e1268af96fe4d317Playlist nova por aqui! Música pra andar pela cidade, pra trazer paz e pra te fazer sorrir do nada. Essas são as que mais estão tocando por aqui e ando amando descobrir novas, então quem tiver uma dica é só mandar e será anotada! 

Budapest, George Ezra – Não é bem uma novidade musical, mas eu me apaixonei depois de assistir a apresentação do Joshua Davis no The Voice, e dai fui procurar saber mais da original.  A música faz parte do primeiro EP do inglês e entrou no disco Wanted on Voyage que foi lançado em 2014 com 12 faixas, vale a pena ouvir e dar uma olhada nos clipes que tem um visual bem legal!  

Mississippi, Train – Dica anotada do instagram da Bia Perotti! Para quem não vive só das músicas famosas, alguém mais deu uma enjoada de Hey, Soul Sister? Essa faz parte do segundo disco da banda “Drops of Jupiter” de 2001 e anda no repeat por aqui.  

 Incomplete, James Bay – Assistindo Reign, que já contei aqui que tem uma trilha sonora maravilhosa, me vem essa música de presente, aliás vem todas do James Bay. Esse britânico gravou três EPs entre 2013 e 2014, e esse ano lançou “Chaos and the Calm”, seu primeiro disco que é só amor. 

Pocket Full of Shells, Mat. McHugh – Para quem conhece a banda australiana The Beautiful Girls já não é novidade essa voz maravilhosa, Mat é o vocalista e faz uma carreira solo em paralelo. São três discos e dois EPs, essa faz parte do lindo “Love Come Save Me”

Do Que Não Sei, Suricato – Falei deles aqui quando ainda estavam no SuperStar (programa da Globo) e minha aposta era certeira, fui no show deles essa semana no Itaú Cultural e só confirmaram que são hoje uma das melhores novidades no cenário musical brasileiro. Músicas lindas, melodias incríveis e muita sonoridade! Vale conhecer o primeiro disco deles, o “Sol-te”.

#HolaUruguay

No terceiro e último dia em Montevidéu pegamos o carro e fomos pela Ruta 5 em direção a Bodega Bouza. Não sou nenhuma entendedora de vinho, bem longe disso, e gosto mesmo é dos brancos, nada do tinto pra mim, mas adoro conhecer vinícolas, mesmo já tento praticamente decorado muito dos processos de fermentação.

Me surpreendi com a visita, pois foi uma das melhores que eu já fiz e o lugar é LINDO! A principal uva usada por lá é a Tannat, e a Bodega que fica no Camino de la Redención 7658, oferece visitas guiadas em três horários: 11h, 13h e 16h. A visita mais degustação de vinhos (muito bem servida) custa 500 pesos uruguais, com o almoço no restaurante maravilhoso deles vai para 1000 pesos uruguaios que valem cada real convertido. IMG_9953IMG_9928IMG_9933Na loja da propriedade além dos vinhos eles trabalham com a famosa lã uruguaia, uma delícia, fiquei apaixonada pelos chapéus e casacos.  ♡IMG_9957IMG_0018IMG_9975IMG_0026IMG_0099IMG_0090Lomo com batatas gratinadas, agora que não como mais isso durante 20 dias consecutivos deu uma vontade. Yummi!IMG_0095IMG_0200Pra despedir da capital é só colocar os pés no Río de la Plata e agradecer pelos dias lindos, o próximo post já vai ser de Colônia del Sacramento. (:

#HolaUruguay

Continuando com dicas de Montevidéu, o Estádio Centenário onde aconteceu a primeira copa do mundo em 1930, é aquele velho programa pega turista (e olha que adoro conhecer estádios de futebol). O local é muito mal preservado, o museu é desorganizado e fede a poeira. Eu passaria!

Agora um lugar nada turístico e feito pra quem ama livrarias é a pequena “Babilonia Libros” (Tristán Narvaja 1591),  eu entrei e fui transportada ao som de Cartola e todas aquelas histórias nas prateleiras.

Por fim uma passeio pela rambla (orla), é ali que a gente vê vida depois das 18hrs no verão e um pôr-do-sol lindo às 21hrs. Depois um jantar no Bar Tabaré, uma antiga farmácia e armazém em prédio centenário que funciona somente a noite.IMG_9586IMG_9599IMG_9633IMG_9639IMG_9644IMG_9640IMG_9666IMG_9842IMG_9911IMG_9907IMG_9917

#HolaUruguay

A capital do Uruguai, Montevidéu, é uma cidade linda com vários contrastes e ruas tranquilas. No primeiro dia fomos conhecer o principal ponto turístico, a Cidade Velha (Ciudad Vieja), por ali fica a Praça da Independência que é o ponto de partida, passamos pela Porta da Cidadela, conhecemos o Teatro Solís que possui visita guiada (20 pesos por pessoa) e a parada de almoço no Mercado Del Puerto.

No mercado o restaurante mais procurado é o El Palenque, que em dias de alta temporada fazem filas por uma mesa, o bacana mesmo é sentar no balcão e observar o vai e vem das parrilas enquanto toma um chopp. IMG_9331IMG_9360IMG_9400IMG_9426IMG_9528IMG_9442A cidade tem arte em todos os lugares, de uma singularidade linda e esses murais foram só alguns dos que eu me apaixonei no meio do caminho. ♡IMG_9468IMG_9449IMG_9486IMG_9518IMG_9574E o pôr-do-sol do primeiro dia lá foi assim, visto da cobertura do nosso hotel. Ficamos hospedados no Intercity (Ibiray 2398, Punta Carretas), ótima localização, bom café da manhã e acomodações confortáveis.

Lollapalooza Brasil

Nos dias 28 e 29 de março acontece no Autódromo mais um Lollapalooza Brasil. Esse ano como em 2014 comprei o ingresso meio em cima da hora, por mais que ame o line-up de domingo (só faltou Bastille pra ser perfeito) o local ali me cansa um pouco, é tudo muito longe e pra ir de um palco pro outro demanda tempo e você perde metade do outro show.

Por isso esse ano me programei pra tudo que quero ver, curtir, fechar os olhos e cantar como se não houvesse amanhã.

2b9ccea7ef45a564aead6f651501ed7416:00 hrs Interpol : Banda novaiorquina que começou em 1997, o som deles é um indie-rock e a gente percebe claro como os baixos e guitarras são importantes. O primeiro álbum foi lançado em 2002 e agora são em um total de cinco contando o último lançado em 2014 “El Pintor”.

Eu quero ouvir Specialist, que foi trilha sonora do melhor seriado com o melhor soundtrack de todos os tempos: The O.C

“You reach out for blanket I say girl you’ve got something, I love how you wear it.”d7c2b4221d47f31818499e281c92a9ee17:00 hrs The Kooks : My boys! Eles são lindos, o último show que eles fizeram no Brasil em 2012 no Rio de Janeiro foi perfeito e eles tem sotaque britânico ♡. São 4 álbuns, o último de 2014 e todas as músicas são boas, podem confiar.

Eu quero ouvir Young Folks (cover de Peter, Bjorn & John), não porque é a melhor mas porque trás ótimas memória de viagens, de família e a gente cantando como loucos no carro. E certeza que o pessoal lá de casa vai receber um vídeo ao vivo da música. 

“And we don’t care about the young folks talkin’ ‘bout the young style..”cb2b8021f4bf87c2539b3b9ce4736a3718:00 hrs Foster the People : A banda californiana está junta desde 2009, o sucesso veio logo em 2010 com “Pumped Up Kicks” que virou um viral e fez os meninos assinarem com uma gravadora. Em 2011 lançaram o primeiro álbum Torches, mas foi com o segundo Supermodel que chegou nas lojas ano passado que roubaram meu coração de vez.

Eu quero ouvir Nevermind, porque é voz, violão e melodia. Do jeito que eu mais amo! 

“When you are worn be still my love. Would it take a shooting star?”e884e86b03aae927417701bf985cce4e19:00 hrs Calvin Harris : Primeira coisa, vem cá Taylor Swift e conta pra gente o segredo pra estar com esse gato (e todos os outros, porque afinal você já namorou o John também)? O músico e Dj escocês tem quatro álbuns e muitas parcerias boas, entre elas Ellie Goulding, Haim, Gwen Stefani e Florence and the Machine.

Eu quero ouvir Outside. Porque tem ele, tem Ellie e a música tem uma energia muito boa. 

“Gotta be so strong. There’s a power in what you do.”b0453f094da3c6da1b10ede389e6fb7420:00 hrs Pharrel Williams : Oi, se você ainda não é fã do Pharrel vive em outro planeta. Já curtia muito antes de estourar Happy, quem lembra dele fazendo participação no clipe Beautiful do Snoop Dogg com cenário carioca?! Pois é, ele trabalha desde de 1992 no mundo da música, mas só lançou o primeiro álbum em 2006 e depois Girl em 2014, estourou!

Ele é super conectado, entende de música como ninguém, tem estilo, assina com várias marcas amadas (Adidas e G-Star ♡) e é o jurado fofo (depois do Blake, claro) de The Voice. Aguardando muito para cantar cada música.

Quero ouvir It Girl e Lost Queen, não consegui decidir qual gosto mais, então ficamos com as duas e é só amor. 

Campos do Jordão

Fazem duas semanas que eu fui comemorar meu aniversário em Campos do Jordão e já estou com saudades do clima de serra. Resolvi fazer esse post para dividir algumas dicas com quem vai passar um final de semana por lá:

1. Sans Souci (Avenida Dr. Januário Miraglia 3260, Jaquaribe) – Em meio ao prédio da malharia Genève, um café cheio de cores e cheiros bons, super charmoso e que serve ótimos cafés e doces. As louças garimpadas em antiquários e o mini bolinho servido com o café são detalhes que deixam tudo ainda mais encantador.IMG_1702IMG_1683IMG_1679IMG_1690 IMG_1696
IMG_1704
2. Horto Florestal ( Estrada do Horto, Descansópolis) – Você paga algo em torno de R$6 para entrar no parque que tem algumas trilhas, o que eu gostei mesmo foi a floricultura. É um programa pra quem está com tempo, para uma caminhada ou levar as crianças. Ó dica, todos os taxistas que pegamos na cidade indicaram o Amantikir Garden, não fui por conta da distância mas quem estiver de carro, dizem que vale a pena. IMG_1808IMG_1770IMG_1786

3. Palácio Boa Vista (Avenida Adhemar de Barros 3001) – O programa turístico que mais gostei, o local é lindo e usado até hoje pelo governador de São Paulo e seus convidados (sim, a gente banca essa vida boa!). Lá dentro não pode tirar fotos, só na área externa, o tempo todo tem alguém pronto para te responder alguma questão e existem pequenas exposições temporárias. É gratuito!IMG_1820IMG_1829
IMG_1841IMG_18384. Matterhorn (Rua Djalma Forjaz 93, Capivari) – Foi o restaurante escolhido para comemorar minha passagem de ano com uma das minhas comidas preferidas, FONDUE!  O local é um chalé super charmoso, com uma venda na parte de baixo, algumas mesas no segundo andar e um piano pra embalar as noites. O festival de fondue custa R$85 por pessoa e é muito bem servido, eu amei e super indico. IMG_1758IMG_1845IMG_18495. Pousada Vilaregio de Campos (Alameda Topázio 35) – Fiz algumas pesquisas para descobrir uma pousada charmosa, bem localizada e não muito cara (tudo em Campos é muito caro), e acabei chegando nessa. Ela é super confortável, o pessoal que trabalha é uma simpatia, os quartos são bons e o café delícia! A diária sai por R$200 em baixa temporada. IMG_1852IMG_1855IMG_1858IMG_1861IMG_18656. Passeio de trem até Santo Antônio do Pinhal (Av. Dr. Emílio Ribas, s/n) e Confraria do Sabor (Av. Dr. Vitor Godinho 191, Capivari) – Primeiro o passeio de trem que foi uma decepção pra mim, como boa mineira a gente espera um belo passeio de Maria Fumaça cheio de paisagens e fuen fuen fuen. Compramos nossos tickets um dia antes e chegamos bem cedinho, quando chega o “trem” que na verdade é uma cabine de metal com bancos iguais os de ônibus mega sem graça, tentei não ficar muito brava com esse fato pra curtir o passeio mas só o que se vê é mato, nada demais. O trilho leva até a estação onde se para por alguns minutos e pode comer um bolinho de bacalhau, mas como íamos almoçar não provamos. O ticket custa R$48, mas ó, vão em Tiradentes, Minas Gerais, que vale muito mais.

Fomos almoçar no Confraria que tem um espaço bem bonito com área externa (que estava fechada, uma pena), o dono foi simpático e ia na mesa perguntar se estava tudo certo, mas escolhemos o prato errado. Pedimos massa que estava bem sem graça, mas fiquei babando nas carnes da mesa ao lado (HAHA pra aprender a pedir a coisa certa), mas a dica aqui é o brigadeiro de colher com 8 tipos de cobertura (R$18), MARAVILHOSO! IMG_1873IMG_1889IMG_1891IMG_1897IMG_1953E é isso, espero ajudar quem for até lá. Outras dicas, o famoso chocolate Aurácaria não tem nada de delicioso, e a cerveja Baden Baden com fábrica na cidade é mais em conta em São Paulo no supermercado do que em qualquer lugar de Campos.

Love Has No Labels!

Um vídeo criado pela Ad Council, uma empresa de propaganda que existe desde 1941 no mercado americano, mostra a delicadeza do amor e o quanto julgamos pelas aparências muitas vezes. A ideia é diminuir os casos de discriminação (que ainda é enorme) e mostrar que gente é gente, não importa raça, religião, idade, gênero, poder aquisitivo… Um vídeo lindo para espalhar sentimentos bons em dias tão difíceis. ♡