Entrevista em Onze20

A banda que surgiu em 2007 em Juiz de Fora – MG mistura a pegada forte do Rock com a levada envolvente do Reggae e melodias marcantes do pop, criando um ritmo e uma identidade. Conversamos com o Vitin, vocalista da banda e descobrimos um pouco dos seus gostos e curiosidades da banda.

BDQ+ – Por que Onze20?

Meu maior sonho era gravar uma música e um clipe, e tínhamos que colocar um nome na banda, usava o nome da banda do meu irmão “Fração de segundos”. E a galera começou a trocar idéia sobre o nome e a aceitar, mas ainda precisava de um símbolo. E eu pensei no relógio marcando sempre a mesma hora, mas que horas? E tava 11:20, fiquei encafifado e gostei. Nesse meio tempo descobrimos várias coisas que aconteceram esse horário e a galera envolvida também começaram a ter histórias com esse nome. E ficou!

BDQ+ – As inspirações musicais?

A gente é músico e na hora de escrever observo os outros ou coisas que acontecem comigo mesmo. Então nossa maior fonte de inspiração é o ser humano. E meus maiores ídolos na música é o Chad Kroeger, vocalista do Nickelback, e meu irmão, que foi quem me ensinou a cantar.

BDQ+ – Como foi à mudança de Juiz de Fora para São Paulo?

No começo parecia um sonho, foi massa, a gente cresceu. Por que em Juiz de Fora cada um mora na sua casa, então se tem um discussão amanhã você não precisa vê ele, só que aprender a morar com 9 pessoas em um apartamento é trash. Foi difícil a galera deixar família, namorada e ir atrás do que diziam um sonho e vê o pai dizendo que não ia dar certo, foi um aprendizado muito grande.  Mas hoje estamos acostumando com isso.

BDQ+ – Como é voltar pra Juiz de Fora?

É estranho porque antigamente eu era só o menino do cabelo esquisito, e agora as pessoas falam na rua que gostam do meu trabalho, nunca esperei isso.

BDQ+ – O sucesso da banda começou com a música “Não vai voltar”?

Foi! Ela é bonitinha, tem uma pitada de vida de cada um. E eu gosto que as pessoas se identifiquem com a letra, com o jeito simples de falar, é uma música gostosa de ouvir.

BDQ+ – A música nova?

Ainda não tem nome, mas fala de saudade.

BDQ+ – Planos para o futuro?

Tocar no máximo de lugares possíveis!

BDQ+ – Uma banda?

Nickelback

BDQ+ – Uma música?

This Could Be Anywhere In The World – Alexisonfire

BDQ+ – Uma frase?

“Olho vivo e faro fino.”

BDQ+ – A melhor coisa pra se fazer em onze minutos e vinte segundos?

Um violão, uma cerveja e uns amigos

BDQ+ – Onze20 em uma palavra?

Tudo!

 

Conhecem o som deles?

E Alexisonfire, a música preferida do Vitin?

Bom né?!

 

Entrevista: Fernanda Oliveira e Kamila Mostaro

Por: Fernanda Oliveira

Anúncios

3 comentários sobre “Entrevista em Onze20

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s